sábado, 27 de junho de 2009

Histórias das companhias de cruzeiro - MSC Crociere.


Atendendo ao e-mail de Samuel Machado, que gostaria de saber mais sobre a MSC Crociere, hoje vamos escrever um pouco mais sobre esta companhia, que a cada dia conquista mais o mercado internacional de cruzeiros.
Para contar a história da MSC Crociere, devemos antes contar como surgiu a MSC, Mediterrean Shipping Company S.A., hoje considerada a segunda maior gestora em transportes de mercadorias por navios do mundo.

Em 1970, Gianluigi Aponte, capitão de navio, funda a MSC Shipping na cidade de Sorento, região de Nápoles, Itália. Com um único navio, o capitão Aponte inicia o transporte de mercadorias entre Europa e o continente africano. Com o passar dos anos a companhia conquista o mercado mundial de transporte de mercadorias através de contâiners, até se tornar a maior operadora do tipo no mundo.

Hoje a empresa possui uma frota capaz de transportar até 9.200 contâiners em
um único navio, sendo o maior deles o MSC Pamela. Nos últimos 11 anos tem sido apontada pela Lloyds list, publicação especializada em transporte naval como a melhor companhia do mundo no segmento de transporte modal. Fora tudo isso, a companhia possui encomendados 11 navios com capacidade de transportar até 15.000 contâiners. Esses navios são da classe pós-panamax, com mais de 330m de comprimento e 40m de largura. Com 270 escritórios espalhados no mundo, de Nova York à Tóquio, de Santos a Cingapura, a MSC possui escritórios em todos os portos onde opera, sendo o mais recente na cidade de Santos, SP. Esta nova sede em Santos, fica situada na avenida mais elegante de Santos, e o prédio não poderia ter nome mais sugestivo, Palazzo (palácio em italiano). Ali se concentra todos os departamentos e funciona como sede da empresa no Brasil. Hoje a sede principal da empresa está localizada em Genebra, Suíça.

Se todo este sucesso não fosse pouco, em 1987, o próprio capitão Aponte cria a divisão de cruzeiros da empresa, a MSC Crociere, com o seu primeiro navio, o MSC Rhapsody, ex Cunard Condessa. Alguns anos depois entra em operação o MSC Melody. Estes dois navios foram os responsáveis pelo crescimento da
companhia, mas por serem navios pequenos e de pouca
capacidade de passageiros foram insuficientes para o crescimento que a companhia teve na década de 90. Sendo assim, nos idos de 1998, a MSC solicita ao estaleiro Chantiers de l´atlantique na França a construção da sua primeira classe de navios, chamada de classe Lírica. Em 22 de junho de 2001 surge o primeiro navio desta nova classe, o MSC Armonia, com capacidade para 2087 passageiros e 700 tripulantes.

A partir deste primeiro navio, a companhia coloca um novo ritmo como ordem e começa a entregar 1 navio novo por ano. Em 2002 surge o MSC Sinfonia, em 2003 o MSC Lírica, e em 2004, o MSC Opera. Estes navios foram a pedra fundamental para que a companhia, com a benção da empresa-mãe entrasse definitivamente no concorrido mercado internacional de cruzeiros, fazendo acirrada concorrência na Europa, mais precisamente na Itália com a Costa Crociere e a Grimaldi Group, e internacionalmente com a Carnival Corporation e a Cunard Line.

Se esses novos navios não fossem suficientes, a MSC Crociere lança a classe Musica, surgindo primeiramente em 2006, o MSC Musica, seguido em 2007 pelo MSC Orchestra, e em 2008 o MSC Poesia. Esta nova classe de navios transporta mais de 3000 passageiros e 900 tripulantes.

Seguindo a onda de lançamentos, a companhia que já possuía 8 navios na frota (o MSC Melody ainda continuava, e continua em serviço), a companhia lança a terceira classe de navios, chamada classe Fantasia. Em 2008 é lançado o MSC Fantasia, navio com capacidade para mais de 4000 passageiros e 1500 tripulantes. O destaque
do navio é a magnífica escada feita inteiramente de cristal Swarowsky, e uma cobertura e janelas de cristal de Murano. Para o ano de 2009 é esperado o lançamento do MSC Splendida. A cada nova classe que surge, a capacidade é ampliada. A classe Fantasia tem capacidade de transportar mais de 4000 passageiros e mais de 1800 tripulantes.

Para os anos de 2010 e 2011 devem ser lançados os navios MSC Magnifica, Maravilhosa e Fabuloso, todos eles da classe Musica. A companhia tem como destaque neste novos navios o ambiente refinado, com a atmosfera de um grande hotel 5 estrelas flutuante. Com o lançamento destes 3 novos navios, a companhia se torna a líder mundial em transporte de passageiros.

Os novos navios da companhia também possuem uma grande preocupação ambiental. São equipados com um sistema de reciclagem da água de bordo. Esta água é usada para a lavagem de maquinário pesado e dos decks, bem como possuem um sistema de poupança de energia, onde um sistema controla eletronicamente o consumo de energia do navio, bem como dos sistemas de ar-condicionado.

Curiosidades sobre a MSC Shipping e MSC Crociere.

- A MSC Shipping possui a sua própria empresa de Tecnologia da Informação, a Interlink Transport Tecnologies, com sede em Nova Jérsey, Estados Unidos. Com esta empresa a companhia e os navios podem se comunicar em tempo real, de qualquer parte do mundo via satélite, com um sistema próprio de comunicação.
- Em 2007, o navio MSC Napoli foi atingido por um furacão no canal da Mancha, entre o Reino Unido e a França. Considerado sem condições de recuperação foi colocado a própria sorte.
- Em 25 de abril de 2009, o MSC Melody estava com mais de 1000 passageiros, e 600 tripulantes a bordo quando foi atacado por piratas próximo as ilhas Seychelles, na costa oriental da África. Por sorte os tripulantes a bordo conseguiram frustar o ataque ao navio. Ninguém se feriu no acontecimento e o navio prosseguiu viagem tranquilamente.

- O MSC Fantasia havia sido escolhido para ser o anfitrião da cúpula do G8, reunião dos 7 países mais ricos do mundo mais a Rússia, mas devido a atual situação econômica e o recente terremoto na Itália, a organização do encontro decidiu transferir a reunião para a cidade de L´Áquila, região italiana atingida pelo terremoto.
- Todos os navios da MSC Crociere possuem a mesma madrinha, a atriz italiana Sophia Loren.
- A MSC Crociere possui sua própria equipe de voley, chamada de Meta. O atual presidente da equipe é Achille Staiano, diretor internacional de mercados da companhia.

- A MSC Cruzeiros/Brasil será a responsável por construir o novo terminal de cruzeiros do município de Santos, SP. Este terminal será construído na região do centro velho da cidade e terá capacidade de operar 6 navios de cruzeiro simultaneamente, sem a necessidade de grandes deslocamentos pelo porto. No mesmo local funcionará uma marina pública, espaços culturais, de eventos e lazer, gastronômicos, lojas, além de um flat hotel e um centro empresarial, seguindo o exemplo do que ocorre nos principais portos europeus. Para a construção deste novo terminal serão gastos mais de US$ 5 milhões. Os outros espaços serão construídos pelo governo local e federal e terão ligação direta com o terminal de cruzeiros. Com este projeto a companhia espera ter a liderança no mercado de cruzeiros no Brasil.



Postado por Fabio Pereira

3 comentários:

samuel disse...

Obrigado Nadia e Fabio pela atenção e agilidade na postagem sobre a história da CIA MSC, já tenho um pouco mais de informação sobre a CIA!!
E se alguem já alguém já embarcou por esta Cia e quiser dar algumas dicas ou algumas informações a mais eu agradeço!!

att.
Samuel Machado

Drika disse...

Olá ja trabalhei p esta CIA MSC no navio Armonia e mes q vem estou indo p Orchestra, bom trabalhar a bordo de um navio e em especial p MSC é uma honra, pois aprendi novos idiomas, culturas, a ser e tratar melhor o ser humano, enfim houve um enriquecimento cultural e interior em minha vida na qual agradeço aos amigos tripulantes, passageiros e a Deus.

Zi Ghetti disse...

gatworOlá, queria mto reencontrar uma pessoa q conheci num cruzeiro q fiz em 2003, ele trabalhava no navio,Guiseppe, Peppe era seu apelido, Será q alguém pode me ajudar? Foi um grande amor mas perdemos o contato.Obrigada.

Depois de ler o blog, você ainda tem alguma duvida? se sim, em qual setor?