terça-feira, 27 de maio de 2008

Perguntas e suas respostas.



Por: Fabio Alonso
Blog Vida de Tripulante


Muita gente quando procura uma empresa de recrutamento e seleção tem muita dúvida sobre o trabalho a bordo, a descrição do trabalho (job description), como os salários são pagos, etc.
Vamos responder abaixo algumas das perguntas que muitos de vocês possuem. Para isso vamos dividir as pergtuntas em 3 partes: Antes de embarcar, quando embarcado e quando desembarcar.

Antes de embarcar.

Qual idioma é essencial para trabalhar a bordo?
Todas as companhias possuem o inglês como idioma oficial, visto que um navio de cruzeiro pode ter até 30 nacionalidades diferentes trabalhando a bordo. Imaginou ter que conversar em tagalo com um filipino ou hindú com um indiano?
Algumas companhias possuem preferência por mais de 1 de idioma, como o caso da Iberojet e da Costa Cruzeiros, que possuem preferência por candidatos com o idioma espanhol e italiano respectivamente.


O que eu preciso para me candidatar em uma companhia?
Procure uma empresa de recrutamento séria e conhecida no mercado. Neste blog você encontra um post explicando como proceder neste sentido e quais as empresas conhecidas por nós, redatores do blog.
Caso ainda tenha dúvidas, procure comunidades no Orkut, e tente entrar em contato com pessoas já embarcadas e peça informações sobre estas companhias e se candidate naquela que você sentir mais confiança.

Caso seja aprovado numa agência de recrutamento, qual o passo seguinte?
Se aprovado, você será encaminhado para um curso de vida à bordo, geralmente ministrado por ex-tripulantes. Apesar de assustar algumas pessoas no começo, este curso é importante, pois transmite a você a realidade do trabalho em um navio de cruzeiro.
Passado este treinamento, você vai ser encaminhado para a entrevista com representantes da companhia. Cada companhia possui seu método de entrevista e suas etapas. Estas informações serão passadas a você pela agência de recrutamento.

Passado a entrevista qual o próximo passo?
Exames médicos e STCW (que explicarei a seguir). Os exames médicos variam de companhia para companhia, mas em geral os exames são os seguintes:

Hemograma completo
Exames de urina e fezes completo
TGP e TGO para identificar hepatite
Teste de Mantoux (PPD) para identificar tuberculose
Raio-x de pulmão
Cultura de garganta (Orofaringe)
Anti-dopping completo. Este exame detecta qualquer substância, e é realizado por todas as companhias de cruzeiro.

Obs.: Algumas companhias realizam o exame antes do embarque e outras depois de embarcado. Durante o contrato os tripulantes realizam este exame periodicamente. Caso seja identificado substância entorpercente no organismo do tripulante este é automaticamente desembarcado, e se for encontrado drogas ilíctas com o tripulante, este é colocado à disposição do país onde o navio está atracado. Em alguns países posse de entorpecente é pena de morte, a exemplo do que ocorre na Indonésia e Marrocos. Pense bem!!!!

Qual a validade dos meus exames? Eles são aceitos em outra companhia?
Em geral 1 ano, mas em alguns casos eles podem valer por 2 anos. Como cada companhia possui sua lista de exames o exame de uma não vale para outra.

O que é STCW?
STCW é a sigla em português para Treinamento de Vida a Bordo. Ele foi criado em 1978 e reorganizado em 1995. Todo tripulante de navio de cruzeiro é obrigado a realizar este curso a cada 60 meses (5 anos). Nele você aprende técnicas de sobrevivência em caso de desastres, combate a incêndio, primeiros-socorros e relacionamento inter-pessoal.
Este ano devido a mudanças impostas pela Marinha do Brasil, o curso possui prova prática de combate a incêndio e simulado de sobrevivência em mar aberto.

Onde vou embarcar?
Depende de onde seu navio está no dia de seu embarque. Em geral os embarques são realizados nos Estados Unidos ou em algum país da Europa.

O que é visto C1D?
É um visto emitido pelo Consulado dos Estados Unidos para tripulantes de navios de cruzeiro. Caso seu navio tenha o território americano como ponto de parada, este visto se torna obrigatório. Na realidade este visto são dois, pois o C1 é um visto de trânsito, que assegura ao tripulante de navio permanecer 72 horas em solo americano sem a necessidade de visto de turismo e o visto D é o visto destinado a marinheiros e tripulantes de navios. Informações sobre este visto são passados pela companhia antecipadamente.

Tenho que pagar minha passagem aérea?
Varia de companhia, pois cada uma possui sua política de contratação. Existem as seguintes situações:

1. Companhias que pagam a passagem de ida e descontam a passagem do salário, e não pagam a volta, que fica por conta do tripulante.
2. Companhias que não pagam a ida, mas pagam a volta.
3. Companhias que pagam a ida, sem descontos e não pagam a volta.
4. Companhias que pagam a ida e a volta sem descontos.
5. Companhias que não pagam nada. Fica tudo as custas do tripulante.

Vou saber qual a minha rota?
Em alguns casos sim. Quando a companhia lhe contacta passando informações sobre sua data de embarque, passagem e contrato, elas informam quais destinos o navio vai estar durante o seu contrato. Já informações sobre quanto tempo o navio vai ficar atracado em cada cidade são fornecidas em murais espalhados na área de tripulantes durante o cruzeiro.


Quando embarcado.

O que é crew, staff e oficial?
Crew é todo o tripulante que trabalha nos bares, restaurantes e departamento de housekeeping do navio. Em geral os crews possuem os melhores salários, mas também possuem a maior carga horária de trabalho.
O Staff são as pessoas que trabalham nos free-shops, cassinos, recepção, excursão, entretenimento e lojas de fotografia. Em geral ganham bem menos que os crews, exceto os funcionários de free-shop e fotografia que ganham comissão sobre vendas. Em geral eles dormem em cabines melhores que as dos crews e possuem refeitório separados. Em algumas funções, os staffs usam roupa branca, como por exemplo o pessoal de recepção.
Oficial é todo tripulante que comanda os sinais vitais do navio, como comandante, segundo-comandante, engenheiros, pessoal de manutenção, admnistração, segurança e recursos humanos. Usam roupa branca e as listras verticais nos ombros indicam qual grau de importância eles possuem no navio. Os oficiais ganham sálário fixo, dormem em cabines privativas e possuem refeitórios e camareiros próprios. As companhias geralmente contratam ex-oficiais da marinha e pessoas com cursos e muita experiência na função.

Posso fazer carreira a bordo de um navio?
Sim, você pode. Para isso basta se destacar em sua função e ser bem avaliado por seus superiores. Geralmente as promoções acontecem depois do primeiro contrato. Existem casos de tripulantes que chegaram a cargos gerenciais em apenas 3 contratos. Depende de você saber onde quer chegar. As companhias gostam de pessoas que se façam carreira a bordo dos navios, pois com isso eles minimizam custos de treinamento e contratação de novos tripulantes.

Posso mudar de departamento e função?
Pode, mas isso raramente acontece para tripulantes de primeiro contrato. Para se mudar de departamento, você precisa esperar abrir vaga no departamento de seu interesse e se candidatar a vaga. Uma entrevista vai ser realizada com você e a bordo, e se aprovado sua mudança é aprovada.

Posso descer do navio?
Pode, mas não poderá conhecer tudo na velocidade que gostaria. Isso vai depender da sua escala de trabalho no dia que o navio está parado. Em geral os crews possuem de 2 a 6 horas de folga em terra.
O que é de responsabilidade da companhia quando estou embarcado?
A companhia é responsável por sua acomodação, alimentação, uniforme, e assistência médica, sem gerar custos finais ao tripulante. Despesas pessoais (alimentação em terra, compras, ligações, etc) são a cargo do tripulante.
Posso usar o telefone e a internet à bordo para se comunicar com minha família?
Pode. As companhias possuem este serviço à bordo para os tripulantes, mas é cobrado, pois os telefones e internet do navio funcionam via satélite e seu custo é elevado, sendo recomendado o uso somente em casos excepcionais. Caso queira se comunicar com alguém em terra, espere o navio parar em algum porto.

Quantos dias da semana irei trabalhar? Como vou receber meu salário? Vou ter que pagar impostos?
Os 7 dias da semana são dias de trabalho em um navio. Os navios trabalham com time-off. Days-off são dadas em raras ocasiões, como em casos de medical reasons mais sérios ou quando um superior achou excelente o desempenho do tripulante em sua função. Em geral um tripulante que trabalha de manhã e a noite, folga a tarde por exemplo.
Você recebe seu salário em dinheiro vivo, livre de impostos, pois você trabalha em águas internacionais. O dia de pagamento dos tripulantes varia de companhia.

Tendo direito a tratamento médico à bordo?
Sim. No ato da contratação a companhia é automaticamente obrigada a prestar toda a assistência médica ao tripulante em bordo, sem custos. Caso seja necessário, a companhia desembarca o tripulante e banca todas as despesas médico-hospitalares. Em alguns casos a companhia envia o tripulante ao país de origem para que o tratamento seja realizado e banca todas as despesas de deslocamento e tratamento.


Quando desembarcar?

Quando vou desembarcar? Quando vou saber do meu reembarque?
No dia do seu embarque você é comunicado sobre o dia que seu contrato vai terminar. Quando seu contrato termina, caso queira realizar mais um contrato a bordo, a companhia lhe fornece o dia que você vai ter que se apresentar novamente.

Quanto tempo fico em terra de férias?
Em geral o tempo de férias é de 2 meses.



Se tiver alguma pergunta que não colocamos e queira saber mande-nos um e-mail para vidadetripulante@gmail.com e teremos o prazer de respondê-la.

Um comentário:

Nadia disse...

ótimo tópico fábio!

Depois de ler o blog, você ainda tem alguma duvida? se sim, em qual setor?